Semana passada (6-8 de março) foi realizada em Karlsruhe, na Alemanha, a edição 2018 da IT-TRANS Internacional Conference and Exhibition, evento anual da UITP para compartilhar as tecnologias de transporte ao redor do mundo.

Um dos sócios da Scipopulis, Marcio (vulgo Bilica), foi ao evento apresentar o trabalho de análise de dados da Scipopulis e trazer novidades, que compartilharemos ao longo do mês aqui no blog.

A primeira parte é um pouco sobre a mobilidade urbana de Karlsruhe, no que se refere a bicicletas. O que nos fez lembrar muito da situação vivida por mim e pelo Roberto na China.

Segue o relato do Bilica:

“Bastante gente usa bike na Alemanha em geral. Em Frankfurt e em Karlsruhe pelo menos, pude confirmar esse fato. Gente de todas as idades com todos os tipos de bicicletas. Existem diversas empresas atuando com sistemas de aluguel, tanto free-float quanto com estações: Limebike, Byke, NextBike, Callabike.


Lá pelo menos não parece haver o problema das bikes amontoadas ou jogadas pela cidade. Na frente da estação de trem por exemplo, várias bikes, das diversas empresas, estavam bem organizadas.

Outro fato curioso: as pessoas não amarram suas próprias bikes em postes ou grades. No máximo, elas passam uma corrente na roda da própria bike, e a deixam na rua, sem se preocupar com roubo.

bike3

Acho que a cultura, segurança e a organização alemã fazem com que o modal bicicleta, tanto com a bike pessoal, quanto com o sistema compartilhado, funcione bem.”

Um comentário em “Scipopulis na Alemanha (parte 1)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s