Depois de um voo de Buenos Aires para Rosário, nós participamos do primeiro dia da assembleia UITP. Além da abertura oficial com as autoridades, tivemos um momento especial onde todos os participantes membro da UITP interessados firmaram um compromisso de desenvolvimento para o setor, alinhado ao Acordo de Paris.

IMG-20171005-WA0035
Scipopulis firmou o Manifesto de Rosário.

Ainda no dia 05 houve a apresentação das equipes que participaram da Hackatona da UITP organizada em Rosário. Ao término do dia foi anunciada a equipe campeã. Ivo Pons foi um dos jurados, apoiando o Presidente da UITP América Latina, Jurandir Fernandes. A equipe “Moises” foi a vencedora e desenvolveu um protótipo de semáforo que facilita a passagem de ambulâncias e do corpo de bombeiros, gerando uma onda verde. A equipe conseguiu mostrar um protótipo físico e um aplicativo de simulação.

20171005_134129529_iOS
Apresentação da equipe “Moises”, ganhadora da Hackatona.

As apresentações do dia estiveram muito ligadas à intermodalidade, a bicicleta e a nova realidade da tecnologia para o setor. A secretária de transporte de Natal, Elequicina Santos, mostrou a solução de compartilhamento de faixas exclusivas de transporte coletivo com bicicletas, ou seja, em Natal os ciclistas podem andar na faixa do ônibus. Para que esse modelo fosse possível por lá, com zero acidentes até hoje, houve um período de conscientização para ciclistas e motoristas de ônibus, onde os ciclistas foram colocados na posição dos motoristas e os motoristas foram transformados em ciclistas.

Mauricio Dimitrov,  da ViaQuatro, trouxe os resultados dos 4 bicicletários que integram o sistema de metrô em São Paulo e prometeu mais dois bicicletários nas próximas duas estações inauguradas, mostrando a necessidade e o benefício da integração de bicicletas com o Metrô.

Outro destaque foi a apresentação do Russell Meddin, um pesquisador e guru de bicicletas que mostrou os números e a previsão de crescimento dos sistemas de bicicleta compartilhada no mundo. Ele desenvolveu um projeto promissor de mapear todos os sistemas do mundo (é possível acessar esse mapa interativo através do endereço www.bikesharingmap.com).

20171005_144532
Bike-sharing map. Projeto de Russell Meddin.

Na sessão que trouxe a visão de negócios, Ivo apresentou a Scipopulis e o nosso projeto da Chica, uma bicicleta que não precisa de estação porque tem toda a tecnologia dentro da bicicleta, o que diminui custos e é mais acessível para ambientes menores, como universidades e plantas de fábrica.

Junto conosco também apresentou a Mariel Figueroa, coordenadora do sistema público de bicicletas de Rosário, que conta com 360 bicicletas públicas. Para que o projeto funcionasse por lá, foram feitas mobilizações prévias, sensibilizações com comerciantes locais e preparação dos usuários.  Hoje o modelo tem gráficos de uso crescente e número de acidentes decrescente.

Ao fim do dia ainda tivemos a reunião dos membros da UITP, onde foi compartilhado os avanços dos trabalhos no Brasil e na América Latina, com a participação de Flavio Chevis, da Addax Assessoria, e Rodolfo González, da CCR, dois brasileiros que estavam representando a América Latina na Transport Economics Commission da UITP.

Também houve destaque para os trabalhos da Hackatona EMTU-Metra, e a construção da Comunidade Metropolitana de Inovação, iniciativas que a Scipopulis ajudou a organizar e que receberam vários elogios. Ficamos muito felizes.

 

O último dia de evento vamos contar com mais detalhes numa próxima postagem. Para ler a parte 1 da viagem clique aqui.

Um comentário em “Scipopulis na Argentina (parte 2)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s